Efeito da adubação no teor de flavonoides totais e caracteres agronômicos do mentrasto

José Carlos Bento da Silva, Takeshi Kamada, Fernanda Pimenta Simon Ferreira, Gustavo André Simon

Resumo


O mentrasto é utilizado frequentemente pela população para diversos usos terapêuticos, tais como: antirreumá- tico, antidiarréico, antiinflamatório, amenorreia, hemos- tático, cicatrizante, febrífugo. Essa ampla utilidade pode estar relacionada com as condições ambientais respon- sáveis para produção dos princípios ativos da planta, va- riabilidade genética ou pela tradição do saber popular. O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito da adubação mineral e orgânica na produção de flavonoides e dos ca- racteres agronômicos em cinco genótipos de mentrasto. As plantas foram cultivadas em solo com fertilidade natu- ral (sem nenhum tipo de adubação), adubação mineral e adubação orgânica. Foram utilizados cinco genótipos oriundos dos municípios do estado de Goiás e do Distrito Federal. Avaliou-se o teor de flavonoides totais nas folhas e os caracteres agronômicos: massa fresca total, massa seca total, massa seca do caule, massa seca da folha, dias para o início do florescimento. Os resultados obtidos pela média de cinco genótipos demonstraram que a adu- bação orgânica reduziu o teor flavonoides. No entanto, três genótipos não apresentaram variações do teor de flavonóides conforme o tipo de adubação. Nos caracteres agronômicos, de modo geral, aumentaram a produção de biomassa em resposta as adubações orgânica e mineral nos cinco genótipos. 


Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, P. W.B.; QUINTANS JÚNIOR, L.J.; VASCONCELOS, H.D.A.; Guedes da Silva, J.C. Flavo- nóides e hipertensão. Revista Brasileira de Hipertensão, 2005 vol.12(3), p. 188-189.

BLANK A F., SILVA P. A. ARRIGONI-BLANX M. F, SILVA-MANN R, BARRETO M. C. V. Influência da adubação orgânica e mineral no cultivo de manjericão cv. Genovese. Revista Ciência Agronômica, maio- -ago, 2005: V. 36, No 2, p. 175-180.

CASTRO, H.G.; SANTOS, G.R. ; MOMENTÉ, V.G.; SILVA, D.J.H.; RIBEIRO JÚNIOR, J.I. Estudo da divergência genética por características morfológicas entre acessos de mentrasto (Ageratum conyzoides L.) coletados no Estado do Tocantins em diferentes épocas. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, 2011, v.13, n.1, p.24-29.

COMISSÃO DE FERTILIDADE DE SOLOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS - Recomendações para Uso de Corretivos e Fertilizantes em Minas Gerais (5a APROXIMAÇÃO) Ribeiro, A.C; Guimarães, P.T.G.; Alvarez, V.V.H. editores. Viçosa, MG, 1999. 359 p.

COSTA, L.C.B. ROSAL, L.F. PINTO, J.E.B.P. BERTOLUCCI, S.K.V. Efeito da adubação química e orgânica na produção de biomassa e óleo essencial em capim-limão Cymbopogon citratus. Revista Bra- sileira de Plantas medicinais. Botucatu, 2008, v. 10, n.1, p.16-20

CRUZ, C. D., Programa Genes. Versão Windows. Viçosa: universidade Federal de Viçosa, 2001. 648p.

DI STASI, L. C., Hiruma-Lima, C. A. Plantas medicinais na Amazônia e na mata atlântica. São Paulo: Editora UNESP, 2002.

DORES, R.G.S;GUIMARÃES, S.F. ; BRAGA, T.V. ; FONSECA, M.C.M.; MARTINS, P.M.; FERREIRA, T.C. Phenolic compounds, flavonoids and antioxidant activity of leaves, flowers and roots of white-weed Horticultura brasileira, dez. 2014, v. 32, n. 4, p. 486-490.

DUARTE, S. M. E. Soluções homeopáticas, crescimento e produção de compostos bioativos em Age- ratum conyzoides L. (ASTERACEAE), 2003. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) programa de pós-gra- duação, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG.

LORENZI, H., MATOS, F. J. de A. Plantas medicinais no Brasil: nativas e exóticas cultivadas. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2008.

MAIA S. S. S. PINTO, J. E. B. P.; SILVA, F. N. da; OLIVEIRA, C. de. Influencia da adubação orgânica e mineral no cultivo do bamburral (Hyptis suaveolens (L.) Poits.) ( Lamiaceae). Revista Brasileira de Ciên- cias Agrárias, Recife, PE, UFRPE, 2008, v.3, n.4, p.327-331.

MARTINS, E. R. ; CASTRO, D. M.; CASTELLANI, D.C; DIAS, J.E . Plantas Medicinais – Viçosa: UFV, p220, Ed. UFV, 1998.

SIMÕES, C. M. O., SCHENKEL, E.P.; GOSMANN, G.; MELLO, J. C. P. de., MENTZ, L. A.; PETROVI- CK, P. R.. Farmacognosia: da planta ao medicamento. 1 ed. Porto alegre/Florianópolis: UFRGS/ UFSC, 1999.

SODRÉ, A C. B. Biomassa, Rendimento e composição de óleo essencial de Melissa officinalis em função de adubação orgânica e mineral, 2007. Dissertação (Mestrado em fitotecnia), Programa de pós- -graduação, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.